Arquivo

Posts Tagged ‘Dica’

Livros falados – LibriVox

librivox_17966_logo
Uma descoberta recente que trombei por acaso ontem — pode não ser novidade pra muita gente, já que o site é um pouco conhecido, mas acho que vale a dica. A proposta e o jeitão do LibriVox lembram bastante o Gutenberg Project, sobre o qual já comentei por aqui um tempo atrás.

Mas ao invés de ditalizar e traduzir livros e contos, os voluntários do LibriVox os colocam no formato de livros falados (MP3/OGG) em vários idiomas.

Existe um fórum bem legal no site onde os projetos em andamento podem ser acompanhados, e apesar de boa parte do material estar em inglês, existem várias coisas interessantes faladas em português.

Para quem está com o inglês em dia, é possível acompanhar poemas, contos e livros completos falados, inclusive via PodCast, de autores conhecidos como Joyce, Jack London, D. H. Lawrence, Jane Austen e Charles Dickens, só pra citar alguns.

Anúncios

Projeto Gutenberg – Seja um voluntário!

O Projeto Gutenberg (PG) é um esforço voluntário para digitalizar, arquivar e distribuir obras culturais através da digitalização de livros. Fundado em 1971, é a mais antiga biblioteca digital. A maioria dos itens no seu acervo são textos completos de livros em domínio público. O projecto tenta torná-los tão livres quanto possível, em formatos duradouros e abertos, que possam ser usados em praticamente quaisquer computadores.

Além de simplesmente baixar os milhares de livros digitalizados, você pode ajudar o Projeto Gutenberg a produzir mais livros eletrônicos . Todos os livros eletrônicos do Projeto Gutenberg foram produzidos por pessoas comuns. Você pode ajudar de muitas maneiras:

Procure Livros em Papel Elegíveis

O primeiro passo na produção de um livro eletrônico se dá a partir de um livro em papel cujos direitos autorais já tenham caducado. Se o livro foi impresso antes de 1923, os seus direitos autorais norte-americanos já terão quase de certeza expirado. Para os portugueses e brasileiros, veja esta página para questões de direitos autorais.

Para ajudar na produção de um livro eletrônico, o Projeto Gutenberg oferece vários documentos com Perguntas Frequentes e Como-Fazer. Respostas para as dúvidas mais comuns estão nas PergFreq dos Voluntários.

Você poderá visitar uma lista de alfarrarabistas e livreiros antiquários nesta página.

A Biblioteca Nacional Digital de Portugal possui milhares de digitalizações de páginas nas quais você poderá estar interessado.

Ajude a Rever um Livro

Você pode ajudar a rever alguns dos novos livros eletrônicos juntando-se à equipe do Distributed Proofreaders (DP). Fazendo parte deste grupo você poderá rever uma página de cada vez, tantas quantas quiser, com a freqüência que desejar. Existem diversos fóruns do DP para facilitar a comunicação entre os revisores voluntários.

Depois de efetuar e confirmar seu registro no Distributed Proofreaders, você deverá se dirigir à seção “Activity Hub” e depois à “Proofreading Round One”, na qual encontrará uma lista de livros em processamento. Alguns estão em Português. Clique no título que lhe interessar e depois em “Start Proofreading”. O objetivo é fazer com que o texto corresponda à imagem escaneada

Atualize a Ortografia de Livros

Alguns dos livros eletrônicos que o Projeto Gutenberg disponibiliza possuem uma ortografia antiga. Quando foram publicados, era assim que se escrevia. Você poderá ajudar atualizando o Português. Dada a sua complexidade, esta tarefa ainda está em fase experimental. Veja as dicas nesta página.)

Promova o Projeto Gutenberg

Promova o Project Gutenberg colocando uma imagem ou banner.

Categorias:Meus Textos Tags:

LibraryThing (I See Dead People’s Books)


Vai uma dica de um site bem interessante que encontrei navegando pela Web. O LibraryThing é um site interessante para “devoradores de livros”. Ele permite publicar resenhas e entrar em contato com pessoas com o mesmo gosto literário.

Depois de criar uma conta, o usuário acrescenta livros ao seu catálogo digitando as informações ou importando dados diretamente de sites como a Amazon. A rede social traz uma ferramenta que importa arquivos com bibliografias, desde que eles informem os códigos ISBN de cada item.

Mas o recurso mais interessante que o site oferece é o “I See Dead People’s Books“, um grupo que armazena os catálogos literários das bibliotecas de várias personalidades, e até mesmo relaciona os livros que você tem em comum.

Os nomes listados são bem variados, nomes como Ernest Hemingway, Marilyn Monroe, Wolfgang Mozart, John F. Kennedy, Sylvia Plath ou até mesmo Tupac Shakur.

Coloquei alguns dos meus livros favoritos pra testar o site, e ele funciona relativamente bem. O único problema é que não existem muitos títulos brasileiros cadastrados, mas o cadastro manual é até bem simples de se fazer pra quem tiver um pouco de paciência. Pra quem estiver curioso, segue o link para a minha biblioteca.

Categorias:Meus Textos Tags:,

Scribd: Um YouTube de livros!

Dica para um site bem legal que encontrei dia desses. O Scribd é uma comunidade de compartilhamento de documentos e uma espécie de rede social. Lá você pode fazer uploads de documentos que você queira dividir ou simplesmente baixar vários livros de graça 😉

Seguem algumas coisas interessantes que achei por lá:

Hermann Hesse – Demian
Hermann Hesse –
Siddhartha
Hermann Hesse – O Lobo da Estepe
Rubem Braga –
200 crônicas escolhidas
Ortega Y Gasset – A Rebelião das Massas
Steven Pinker – How The Mind Works

Categorias:Meus Textos Tags:

Redescobrindo o WordPress

Me arriscando a dar uma dica batida a quem usa o WordPress ou outros serviços conhecidos para blogs como o Blogger ou Live Spaces, descobri recentemente no BlogAjuda, uma ferramenta muito útil para facilitar a vida antes de postar alguma coisa neste humilde periódico.

O Windows Live Writer é um gerenciador de conteúdo feito especialmente para ajudar nos posts de “rich content”, por falta de termo melhor em portugês.

Pra quem usa o Blogger pode até não fazer muita diferença, pelas ótimas opções de edição já disponíveis, mas pra quem está acostumado a sofrer para editar fontes e alinhar tabelas no WordPress, a ferramenta vem a calhar!

O produto é gratuito e muito tranquilo de usar, até por ser uma interface bem comum ao resto do pacote Office da Microsoft. Seguem algumas telas, retiradas também do BlogAjuda:

Categorias:Meus Textos Tags: