Início > Charles Bukowski, Escritores Americanos > então queres ser escritor? (Bukowski)

então queres ser escritor? (Bukowski)

se não sai de ti a explodir
apesar de tudo,
não o faças.
a menos que saia sem perguntar do teu
coração da tua cabeça da tua boca
das tuas entranhas,
não o faças.
se tens que estar horas sentado
a olhar para um ecrã de computador
ou curvado sobre a tua
máquina de escrever
procurando as palavras,
não o faças.
se o fazes por dinheiro ou
fama,
não o faças.
se o fazes para teres
mulheres na tua cama,
não o faças.
se tens que te sentar e
reescrever uma e outra vez,
não o faças.
se dá trabalho só pensar em fazê-lo,
não o faças.
se tentas escrever como outros escreveram,
não o faças.

se tens que esperar para que saia de ti
a gritar,
então espera pacientemente.
se nunca sair de ti a gritar,
faz outra coisa.

se tens que o ler primeiro à tua mulher
ou namorada ou namorado
ou pais ou a quem quer que seja,
não estás preparado.

não sejas como muitos escritores,
não sejas como milhares de
pessoas que se consideram escritores,
não sejas chato nem aborrecido e
pedante, não te consumas com auto-
-devoção.
as bibliotecas de todo o mundo têm
bocejado até
adormecer
com os da tua espécie.
não sejas mais um.
não o faças.
a menos que saia da
tua alma como um míssil,
a menos que o estar parado
te leve à loucura ou
ao suicídio ou homicídio,
não o faças.
a menos que o sol dentro de ti
te queime as tripas,
não o faças.

quando chegar mesmo a altura,
e se foste escolhido,
vai acontecer
por si só e continuará a acontecer
até que tu morras ou morra em ti.

não há outra alternativa.

e nunca houve.

Tradução de Manuel A. Domingos

Anúncios
  1. Felipe
    junho 5, 2010 às 3:38 pm

    É. Essa balela de ser escolhido e de surgimento espontâneo… Talvez por isso Bukowski nunca me encantou.

    • junho 7, 2010 às 12:56 am

      Não é necessariamente o papo de ser o escolhido — mas sim de não forçar uma coisa que não é natural. Existe muita gente que fica escrevendo e reescrevendo coisas que não necessariamente as tocam ou mesmo as preocupam de maneira alguma, escrevem só pelo fato de querer escrever — ou pior, de quererem ser escritores.

      Acho que o Bukowski nesse caso dá preferência ao ato de escrever pra se expressar ao invés de escrever pra se ter uma carreira.

  2. julyana
    junho 5, 2010 às 6:53 pm

    muito bom!

  3. junho 6, 2010 às 1:47 am

    genial

  4. junho 6, 2010 às 12:20 pm

    todos os grandes escritores pensam assim… a escrita realmentevem de dentro, sou anti-poe assumido!

  5. Paulo Azevedo
    junho 6, 2010 às 4:33 pm

    Algumas coisas, como escrever, podem sim, vir como um dom, mas outras, sao a soma de esforço e dedicação.

  6. junho 6, 2010 às 6:17 pm

    Enfim,aquele que tomar este conselho, será original.

  7. sdfd89
    agosto 4, 2010 às 8:36 pm

    Ainda essa baboseira de inspiração, de ser o destinado a escrever e blablablá? Literatura é só mais uma atividade, e como toda atividade, exige inteligência e dedicação dos que querem se destacar. O resto é balela.

    • agosto 4, 2010 às 10:49 pm

      Realmente escrever é um ofício como outro qualquer, e ainda por cima, menos útil que a maioria das outras profissões. Mas como qualquer outro ofício, quando é executado de maneira frívola ou simplesmente para se destacar, produz somente lugares comuns.

      Acho que o poema não deve ser levado ao pé da letra. O autor apenas aconselha que não se deve escreva por escrever, e sim por necessidade de se expressar. Tanto quanto um médico poderia aconselhar um outro a não praticar a medicina somente por dinheiro e status mas sim para curar pessoas. Ou ainda como um jornalista mais velho poderia aconselhar outro iniciante a não ser mais um idiota da objetividade.

      Não sou grande fã do Bukowski, mas gosto do poema.

  8. Edpalo
    setembro 6, 2010 às 1:13 pm

    Claro que escrever não é um trabalho qualquer…trabalho qualquer é empilhar tijolos, varrer um chão, capinar um mato…e ainda assim tem que o faça em grande estilo…Tem aqueles que escrevem de modo espontâneo, quase como um jorro…sai muita coisa boa… mas muita merda também…Outros estudam, pesquisam vão polindo lapidando tal como um diamante até o limite das suas forças, vide exemplo 1984 G.Orwell…a criatura liquidou seu criador.
    E sim…talento é imprescindível assim como a generosa loucura de acreditar que alguém possa ter interesse em teus delírios.

    Gosto muito do Bukowski, assim como gostava de Plinio Marcos quando ainda ele era espontâneo.

    • setembro 6, 2010 às 2:21 pm

      E juntar letras e sentenças pra contar histórias não é trabalho? Só por não ser algo comum tem que ser chamado de outra coisa? Então chame como quiser.

      Estou sem saco de discutir com quem só quer discordar, ou mesmo de ficar defendendo um poema só porque eu gosto dele.

  9. Edpalo
    outubro 3, 2010 às 11:43 am

    Oras…não quer brincar não venha ao parque. certo?

  10. Lucas Corrêa
    julho 7, 2011 às 5:01 am

    Esse poema é um hino!

    O texto que tem que sair de ti sem perguntar, de formar que depois a sensação que tens é que o único trabalho que você teve, foi o de registrar.

    O resto, é leitura aliada à prática despretensiosa para aprimorar a narração e bom uso das palavras.

  11. setembro 24, 2011 às 2:58 pm

    Sempre volto aqui pra ler esse texto. Acho perfeito.

    “A arte é a pretenÇão aquecida na timidez da bacia urinária, a histeria nascida no atelier.”

  12. Raquel
    outubro 27, 2011 às 6:58 am

    E aquela estória de termos que ter um filho, plantar uma árvore e escrever um livro? Quem inventou?

    • janeiro 6, 2013 às 11:42 am

      Rachel, ouvi uma ótima sobre o assunto esses dias: Ter um filho, plantar uma árvore e escrever um livro é fácil. Difícil é criar o filho, regar a árvore e ter alguém que leia o livro. 🙂

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: